Até breve, Stock Car

Foram dez anos intensos. Vitórias, derrotas, decepções, sucessos, disputas... muitas disputas!

Não é sempre que se chega na principal categoria do automobilismo do Brasil fazendo pole position logo de cara, em sua primeira corrida. É... E a gente conseguiu. Lembra Serrinha?

Chegamos para bater de frente com gente muito boa e com muito mais experiência, afinal estávamos no meio de caras como Ingo Hoffmann e Chico Serra; mas mostramos que daríamos trabalho. E esse foi nosso principal foco em dez anos de Stock Car: trabalho!

Os dois primeiros anos foram difíceis e de muito aprendizado.

Sofremos e amadurecemos para, então, com uma nova estrutura, chegar ao nosso primeiro título, logo na terceira temporada. Cacá, com quem já estávamos desde 2004, ajudou a formar com Andreas Mattheis uma parceria que se tornaria a mais vitoriosa da categoria, com 15 vitórias, 22 pole positions e três títulos (2009, 2011 e 2012) em oito anos juntos.

Três títulos só de pilotos, porque conquistamos outros dois de melhor equipe, em 2009 e 2012.

Também vimos aquele menino, filho de um tricampeão, que chegou chegando na Stock, crescer, amadurecer, virar pai e criar uma família. O título ainda não veio – bateu na trave em 2013! –, mas não ficaríamos esse tempo todo juntos se não tivéssemos a certeza de que isso vai acontecer, Serrinha.

Atingirmos essas marcas não seria possível sem a segurança de uma parceira como a SKY, com uma mentalidade muito próxima à nossa: fazer o melhor para alcançar a máxima performance. Ao longo desses oito anos, essa sinergia só aumentou e não aconteceu apenas dentro da pista, mas também fora dela, comprando todas as nossas brigas – e não foram poucas –, além de acreditar nas nossas maluquices, como levar o carro para o deserto de sal nos Estados Unidos para ver a velocidade máxima de um Stockão. Resposta: 345 km/h.

É... Foram muitas emoções nesses dez anos... Mas tudo que é bom dura tempo suficiente para ser inesquecível. E chegou a hora!

Eu, Red Bull Racing, vou dar uma desacelerada.

Desligar os motores, repensar minhas origens e deixar lembranças inesquecíveis marcadas para sempre nas páginas da Stock Car. E vamos continuar lutando para cravar outras marcas até o fim dessa temporada.

Nós saímos como equipe, mas temos a intenção de continuar dando asas aos nossos pilotos: Cacá Bueno, Daniel Serra e Felipe Fraga. Quem sabe um dia a gente volta? Voltas... vamos sentir saudades de fazer isso em Interlagos, Curitiba, Cascavel, Londrina, Tarumã, Santa Cruz do Sul...

Até breve,
Red Bull Racing


ABRE ASPAS: 

Daniel Serra, Red Bull Racing #29: “Depois de dez anos de parceria chegou a hora de encerrar um ciclo. Minha história na Stock Car está totalmente relacionada a Red Bull Racing. Eu entrei na categoria junto com eles em 2007. Dentro das pistas, todos os números que alcancei foram com eles. Foram dez vitórias, 28 pódios, pole na corrida de estreia em 2007; a disputa pelo título em 2013; e, principalmente, ser o piloto com o maior número de pódios das últimas quatro temporadas (2013, 2014, 2015 e 2016 até a sexta etapa), 19 no total. Contar com um parceiro como a SKY foi muito importante para estruturar um time tão forte. Entendo os motivos da saída, mas fico triste, pois foi uma parte muito importante da minha vida, não só da minha carreira. É uma parte que fica para trás e se eu pudesse falar alguma coisa seria muito obrigado pelos últimos dez anos, Red Bull Racing”.

Cacá Bueno, Red Bull Racing #0: “É triste que uma equipe tão vitoriosa chegue ao fim. Quando fui convidado a participar da reestruturação da Red Bull Racing, em 2009, eu já estava com a marca desde 2004. Ao aceitar, tive a certeza de estar tomando a decisão certa para a minha carreira. Foram oito anos, três títulos, 15 vitórias e 22 pole positions... Os números não negam que foi um período de sucesso. A presença da SKY foi fundamental neste caminho para chegarmos até aqui, pois a postura das duas empresas tem muito a ver comigo, que é sempre batalhar e buscar o topo. Imagino que a decisão de acabar com o time não tenha sido fácil para a Red Bull, muito pelo contrário, mas são os ciclos da vida. Só tenho a agradecer ao Andreas Mattheis por sua dedicação e competência e a todo o time Red Bull Racing pelos últimos oito anos. Isso não muda nada na minha vontade, gana e foco, que é e sempre foi a luta por vitórias e títulos. E é isso que vou fazer até o fim da minha carreira. E este ano juntos lutaremos pelo hexa! Em breve, anunciarei o meu futuro. Em quais categorias e em quais estruturas competirei, sempre em busca de quem compartilhe desses ideais. A trajetória da Red Bull Racing chega ao fim, mas não a parceria de 13 anos e oito títulos brasileiros (cinco na Stock Car e três no Trofeo Linea)”.

Andreas Mattheis, Diretor Técnico da Red Bull Racing: “Assim como as corridas, a vida dá voltas; e assim como nas corridas, na vida também chega a hora da bandeira quadriculada. A Red Bull foi uma parceira incrível da A. Mattheis nos últimos oito anos. Alcançamos resultados muito fortes e importantes, como três títulos de pilotos (2009, 2011 e 2012, com Cacá Bueno); dois de melhor equipe (em 2009 e 2012); sempre estivemos na disputa pelo título, em todas essas temporadas... Tudo isso só foi possível porque a mentalidade da empresa, assim como a da SKY, que também teve um papel crucial nesses anos, é a mesma que tenho na minha vida: a busca incessante pela alta performance. Aqui na sede da equipe tem uma frase na porta que vai para o galpão onde ficam os carros: ‘Qual a corrida mais importante? A próxima!’. E é exatamente isso. A corrida mais importante é sempre a próxima. Vamos seguir lutando e trabalhando duro até o fim do ano, sempre com essa mentalidade, para que a Red Bull Racing saia da minha estrutura como entrou: campeã!”.

Nossos números (até agora):Red Bull Racing 2007 – 2016: 
Três títulos de pilotos (Cacá Bueno, 2009, 2011 e 2012)
Dois títulos de equipes (2009 e 2012)
26 vitórias
27 pole positions
17 voltas mais rápidas

Daniel Serra (Red Bull Racing 2007 - 2016): 10 vitórias
5 pole positions
8 voltas mais rápidas

Cacá Bueno (Red Bull Racing 2009 - 2016): 15 vitórias
22 pole positions
9 voltas mais rápidas

Hoover Orsi (Red Bull Racing 2007 - 2008): 1 vitória




==> Foto: Bruno Terena / Red Bull Content Pool

0 comentários:

Postar um comentário