MOSTRA DE CINEMA SOBRE SEXUALIDADE E GÊNERO EM DIFERENTES CULTURAS

A CAIXA Cultural Brasília apresenta, de 13 a 21 de julho, a mostra New Queer Cinema - Segunda Onda, que busca discutir padrões estéticos, políticos e sexuais em produções cinematográticas na segunda metade da década de 1990. Para dar suporte a essa discussão, foi agendado para o dia 20 de julho, o debate Novas Configurações do Gênero no Cinema.

O termo Queer, é utilizado no cinema para definir produções relevantes na representatividade LGBTI, marcadas pela abordagem de identidade de gênero e relacionamentos entre personagens gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros de países e culturas diferentes.

A programação da mostra New Queer Cinema - Segunda Onda, investe em filmes conhecidos, como “Kids” (1995), “Quero ser John Malkovich” (1999), “Meninos Não Choram” (1999) e “Madame Satã” (2002), e também em obras obscuras, mas igualmente talentosas, a exemplo de “O Pântano” (2001), “Mal dos Trópicos” (2004) e “Tabu” (1999).

No dia 20 de julho, após a exibição de “Meninos Não Choram”, os aspectos da segunda onda do New Queer e o legado do movimento na indústria cinematográfica serão debatidos no painel Novas Configurações do Gênero no Cinema, formado por curadores da mostra e pela pesquisadora Tania Montoro.

Programação:

13 de julho (quarta-feira)
19h - Coquetel
20h30 - Aimée & Jaguar / Aimée & Jaguar, de Max Färberböck. ALE, 1999, 125min, 16 anos

14 de julho (quinta-feira)
17h - Vida sem destino / Gummo, de Harmony Korine. EUA, 1997, 89min, 18 anos
19h - Kids, de Larry Clark. EUA, 1995, 91min, 18 anos
21h - Hustler white, de Bruce LaBruce. ALE/CAN, 1996, 79min, 18 anos

15 de julho (sexta-feira)
17h - O pântano / La ciénaga, de Lucrecia Martel. ARG/FRA/ESP/JAP,  2001, 103min, 14 anos
19h - Sitcom, de François Ozon. FRA, 1998, 85min, 16 anos
21h - Tabu / Gohatto, de Nagisa Oshima. JAP, 1999, 100min, 18 anos

16 de julho (sábado)
14h30 - Quero ser John Malkovich / Being John Malkovich, de Spike Jonze. EUA, 1999, 112min, 18 anos
16h45 - Mal dos trópicos / Sud pralad, de Apichatpong Weerasethakul.  TAI/FRA, 2004, 118min, 12 anos
19h - Madame Satã, de Karim Aïnouz. BRA/FRA,  2002, 105min, 18 anos

17 de julho (domingo)
15h - Tabu / Gohatto, de Nagisa Oshima. JAP, 1999, 100min, 18 anos
17h - Hustler white, de Bruce LaBruce. ALE/CAN, 1996, 79min, 18 anos
18h50 - Aimée & Jaguar / Aimée & Jaguar, de Max Färberböck. ALE, 1999, 125min, 16 anos

18 de julho (segunda-feira)
16h40 - Rosas selvagens / Les roseaux sauvages, de André Téchiné. FRA, 1994, 110min, 14 anos
18h45 - Vive l'amour / Ai qing wan sui, de Tsai Ming Liang. TWN, 1994, 118min, 16 anos
21h - Meninos não choram / Boys don’t cry, de Kimberly Pierce. EUA, 1999, 118min, 18 anos

19 de julho (terça-feira)
17h - Vida sem destino / Gummo, de Harmony Korine. EUA, 1997, 89min, 18 anos
19h - Lola + Bilidikid / Lola and Billy the Kid, de Kutluğ Ataman. ALE, 1999, 93min, 18 anos
21h - Mal dos trópicos / Sud pralad, de Apichatpong Weerasethakul.  TAI/FRA, 2004, 118min, 12 anos

20 de julho (quarta-feira)
16h45 - Meninos não choram / Boys don’t cry, de Kimberly Pierce. EUA, 1999, 118min, 18 anos
19h30 - DEBATE: Novas Configurações do Gênero no Cinema. Com Tania Montoro (pesquisadora) e Denílson Lopes (pesquisador e curador da mostra). Mediação por Mateus Nagime (pesquisador e curador da mostra). Entrada Gratuita. Livre.

21 de julho (quinta-feira)
17h - Elefante / Elephant, de Gus Van Sant. EUA, 2003, 81min, 16 anos
19h - Rosas selvagens / Les roseaux sauvages, de André Téchiné. FRA, 1994, 110min, 14 anos
21h10 - Lola + Bilidikid / Lola and Billy the Kid, de Kutluğ Ataman. ALE, 1999, 93min, 18 anos

Sobre a debatedora: 
Tania Montoro é doutora em Comunicação Áudio Visual (Cinema e Televisão) e Publicidade pela Universidade Autonoma de Barcelona (UAB/2001), com pós doutorado na UFRJ e Deutsch Film Institute.  É ainda mestre em Comunicação pela UnB com especialização em Social Mobilison and Communication pela Tulane University e membro fundador e integrante da linha de pesquisa em Imagem, Som e Escrita do Mestrado e Doutorado da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília. Realizadora de cinema e autora de livros e artigos sobre cinema, cultura, estudos de audiovisualidades, a pesquisadora é cidadã honorária de Brasilia.

Sobre os curadores:
Mateus Nagime é bacharel em Comunicação Social pela UFF, em Niterói-RJ. Mestrando em Imagem e Som pela UFSCar, em São Carlos-SP, onde pesquisa a presença do queer no cinema brasileiro até 1950. Um dos curadores da mostra New Queer Cinema - Cinema, Sexualidade e Política, em 2015 e um dos organizadores do livro-catálogo da mesma mostra. Trabalhando desde 2008 no campo da preservação audiovisual, atualmente é secretário- geral da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA). Participa do Comitê Editorial da Revista Imagofagia e organizou o Home Movie Day 2013 no Rio de Janeiro. Também é crítico de cinema, tendo colaborado para diversos veículos impressos e eletrônicos.

Denilson Lopes é professor associado da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisador e crítico de cinema contemporâneo com pós-doutorado na New York University. Foi Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (SOCINE) e pesquisador visitante em várias universidades. Autor de No Coração do Mundo: Paisagens Transculturais (2012), A Delicadeza: Estética, Experiência e Paisagens (2007), O Homem que Amava Rapazes e Outros Ensaios (2002) e Nós os Mortos: Melancolia e Neo-Barroco (1999), coorganizador de Imagem e Diversidade Sexual (2004), Cinema, Globalização e Interculturalidade (2010) e organizador de O Cinema dos Anos 90 (2005).


Serviço:

Mostra New Queer Cinema - Segunda Onda
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Dias: 13 a 21 de julho de 2016
Filmes e Horários: Consulte programação completa em www.newqueercinema.com.br
Classificação Indicativa e Duração: Consulte na programação para cada filme
Ingressos: à venda a partir de 9 de julho | R$ 4 e R$ 2 (meia)
Meia-entrada: estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA, pessoas acima de 60 anos e doadores de agasalho.
Bilheteria: de terça a sexta e domingo, das 13h às 21h, e sábado, das 9h às 21h. Contato: (61) 3206-6456
Capacidade: 406 lugares (8 para cadeirantes) | Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário