NBB CAIXA - Destaques individuais são premiados em evento de gala

Nesta terça-feira (14/06), na cidade de São Paulo (SP), aconteceu a Festa de Premiação dos Melhores do NBB CAIXA 2015/2016 e os destaques individuais da oitava edição do maior campeonato de basquete do país foram anunciados e premiados.

Os troféus entregues foram Destaque Jovem (Melhor Atleta Sub-22), Melhor Defensor, Melhor Sexto Homem, Melhor Atleta Estrangeiro, Jogador que Mais Evoluiu, Melhor Quinteto (Armador, Ala, Ala, Pivô e Pivô), MVP (Jogador Mais Valioso e Melhor Técnico (Troféu Ary Vidal). Além disso, também foram condecorados o Cestinha, os líderes em assistência e rebotes e também as equipes com melhor ataque e melhor defesa da temporada.

Um dos grandes destaques do quarto título seguido conquistado pelo Flamengo, Marquinhos ficou com o prêmio mais esperado da noite e foi eleito o MVP do campeonato. Esta foi a segunda conquista do jogador nesta categoria - a outra vez foi na temporada 2012/2013 também vestindo a camisa rubro-negra.

"Foi uma temporada incrível. Nosso time começou a temporada perdendo vários atletas e muitas pessoas nos viram como azarão. Com isso, nós conseguimos agregar grandes jogadores, construímos um novo time e estes atletas ajudaram muito o Flamengo a fazer esta grande temporada. O prêmio de MVP é só parte disso, de um grande grupo e trabalho realizado de forma coletiva", disse Marquinhos, que igualou o feito de seu companheiro Marcelinho Machado, como os únicos eleitos duas vezes MVP do NBB CAIXA na história.

Com diversos prêmios ao longo de sua carreira, incluindo o bi-MVP, Marcelinho conquistou nesta terça um troféu inédito para sua galeria. Em uma nova função no Flamengo, o experiente jogador de 41 anos conquistou o posto de Melhor Sexto Homem da competição.

"Eu gosto de pegar o lado positivo das coisas. Ser o sexto homem me deu a possibilidade de enxergar o jogo de fora e entrar em quadra com a partida rolando, o que pode ser muito benéfico em determinados momentos. Você vê as oportunidades do banco e estando focado pode obter muitas vantagens com isso", disse Marcelinho, destaque do Jogo 5 das Finais do NBB CAIXA, com 26 pontos.

Outro flamenguista premiado nesta terça foi o comandante José Neto. Após se sagrar campeão do NBB CAIXA pela quarta vez consecutiva, o treinador de 45 anos conquistou pela primeira vez na carreira o Troféu Ary Vidal, dado ao Melhor Técnico do campeonato e apresentado pela SKY.

"Fico muito feliz em ser nomeado o melhor técnico da temporada. Esse troféu me motiva ainda mais em continuar pelo caminho que estamos fazendo. Não é nada fácil, a cada ano o campeonato fica mais forte, mas o resultado vem sendo muito satisfatório e feitos como esse marca muito a nossa vida", disse José Neto.

Quem também teve destaque na Festa foi Alex Garcia, que manteve sua hegemonia como único vencedor do prêmio de Melhor Defensor, com o oitavo troféu em oito anos. Além disso, o capitão do Paschoalotto/Bauru ainda integrou o Quinteto Ideal do NBB CAIXA, como um dos melhores alas, ao lado de seu companheiro Hettsheimeir. Davi Rossetto, Marquinhos e Caio Torres completaram o "time dos sonhos" da competição.

"Eu não sei o que o Jimmy faz, o que o Jefferson Campos fez nesta temporada, mas eu procuro estudar muito os adversários. Apesar de já conhece-los há muito tempo, eu continuou estudando. Um exemplo é o Deryk, que neste ano mudou seu estilo de jogo, então tive que assistir muitas partidas dele, ver seus pontos fortes e fracos para fazer um melhor trabalho", disse Alex, dono de oito troféus de Melhor Defensor em oito anos.

No meio de tantos jogadores experientes um jovem prospecto do basquete nacional também teve seu destaque. Dono de grandes atuações ao longo da temporada com a camisa do EC Pinheiros, o garoto Lucas Dias ficou com o troféu de Destaque Jovem e igualou o feito conquistado por nomes como Raulzinho Neto e Vitor Benite.

"Vencer um prêmio tão importante é a melhor sensação do mundo. Ver tudo o que passamos durante a temporada e ser premiado depois de tudo isso é muito grandioso. Venho há três seguidos tentando vencer a LDB, consegui este ano. Depois fui direto para o profissional e mostrei bom trabalho, então tudo isso mostra que trabalhar duro vale muito a pena", disse Lucas.

A votação que elegeu os melhores do ano contou com a participação de técnicos, assistentes e capitão das 15 equipes que disputaram a oitava edição do NBB CAIXA, além da imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e o apoio do Ministério do Esporte, Avianca e Spalding.

Confira todos os vencedores dos prêmios individuais do NBB CAIXA 2015/2016:

Destaque Jovem: Lucas Dias (EC Pinheiros)
Melhor Sexto Homem: Marcelinho Machado (Flamengo)
Jogador que Mais Evoluiu: Deryk Ramos (UniCEUB/Cartão BRB/Brasília)
Melhor Defensor: Alex Garcia (Paschoalotto/Bauru)
Melhor Estrangeiro: Shamell (Mogi das Cruzes/Helbor)
Melhor Armador: Davi Rossetto (Basquete Cearense)
Melhores Alas: Alex Garcia (Paschoalotto/Bauru) e Marquinhos (Flamengo)
Melhores Pivôs: Hettsheimeir (Paschoalotto/Bauru) e Caio Torres (Paulistano/Corpore)
Melhor Técnico (Troféu Ary Vidal): José Neto (Flamengo)
MVP (Jogador Mais Valioso): Marquinhos (Flamengo)

Líder em assistências: Fúlvio (UniCEUB/Cartão BRB/Brasília) - 7,31 assistências em média
Líder em rebotes: Teichmann (Rio Claro Basquete) - 8,06 rebotes em média.
Cestinha (Troféu Oscar Schimdt): Neto (Liga Sorocabana) - 19,11 pontos em média.

Melhor ataque: Paschoalotto/Bauru
Melhor defesa: Solar Cearense
Equipe Fair Play: Universo/Vitória

Árbitro revelação: Gustavo Edson Mathias (SP)
Melhor Trio de Arbitragem: Cristiano Maranho (SC), Guilherme Locatelli (SC) e Jacob Barretto (SP)
Melhor árbitro: Cristiano Maranho (SC)

==> Foto: João Pires / LNB

0 comentários:

Postar um comentário