Espetáculo "Manual de Sobrevivência ao Casamento" - do dia 14 ao dia 29 de maio

O G7 promete ser fiel ao público, respeitá-lo na saúde e na doença, na alegria e na alegria, para todo o sempre! E como prova desse amor, dia 14 ao dia 29 de maio acontecerá o Espetáculo "Manual de Sobrevivência ao Casamento".

Manual de Sobrevivência ao Casamento
               
                No mês das noivas, o presente do grupo é a revelação dos segredos para um casamento feliz e duradouro. A peça, assim, é dividida em capítulos que revelam[1] como conviver sob um mesmo teto sem matar o seu companheiro e, ainda, cultivar o amor.

                As cenas cômicas retratam situações do cotidiano dos casamentos, como por exemplo: ciúmes, traição, romantismo, dinheiro, saúde do casal e, como não poderia deixar de ser, sexo. Sob o olhar crítico da comédia, o objetivo é despertar reflexões no público. Será que todos devem casar? O casamento é o objetivo maior do amor? De um jeito ou de outro as estatísticas não mentem: pessoas casadas vivem mais.

                O processo de criação do espetáculo foi intenso, com a preparação do texto em 4 meses, mais 3 meses de ensaios e produção. Ao longo desse período os artistas entrevistaram casais, grupos de homens e mulheres separadamente com pessoas de todos estados civis, consultaram livros sobre o assunto e entrevistaram especialistas na área como César Serra (cerimonialista), Raquel Salaro Menezes (designer) e Cátia Damasceno (professora de artes sensuais).

                As mulheres são as homenageadas nesta Comédia, é uma ode ao amor e um reconhecimento da luta diária que é sobreviver ao casamento.

            "Manual de Sobrevivência ao Casamento", uma reflexão cômica para você que pensa em se casar, que já está à beira do altar, que é casado há muito tempo ou você que foge dessa história de véu e grinalda. Uma peça divertida que busca passar uma mensagem positiva e respeitosa sobre essa poderosa instituição, além de provocar o espectador a pensar, um pouquinho que seja, sobre si mesmo.


Sobre o Espetáculo

            A peça revela-se aos poucos e o que parece ser um amontoado de cenas sem qualquer relação descortina-se em uma história que se completa na imaginação do público.

            Tudo começa com o primeiro pedido de casamento da história, nos primórdios de Adão e Eva. Por uma misteriosa influência da cobra, os dois se deixam levar nos planos para as bodas e, quando percebem, foram expulsos do paraíso, contaminados pelo vírus do matrimônio.

            Em seguida, a peça transita por situações normais de relacionamento, como, por exemplo, o chá de lingerie com as amigas da noiva, a rotina de um casal após sete anos juntos, as discussões na hora do jogo de futebol e da novela, a divisão dos trabalhos domésticos, a TPM, o ronco, o primeiro exame de próstata do marido, a infidelidade e a culpa, dentre outros episódios de intimidade rotineiros que, observados pela lupa da comédia e pelo certo distanciamento da ficção, levam-nos a uma reflexão sobre nossas próprias ações no dia a dia.

            O espetáculo pretende transmitir a mensagem de que não existe um Manual de Sobrevivência ao Casamento único e apto a prever todas situações e conflitos da vida em casal, mas sim vários possíveis, concebidos por cada um em sua vivência e aplicáveis com base no diálogo, respeito e na "arte de ceder". A ideia que exsurge do espetáculo é a de que os problemas devem ser resolvidos paulatinamente, enquanto ainda são pequenos, porque o passar dos anos e o desgaste da vida partilhada em intimidade são ingredientes fulminantes para a sobrevivência do amor, da admiração e da vida a dois. Dizem por aí que casar é melhor que morrer queimado.

            "Ao pensar sobre a possibilidade do casamento cada um deveria se fazer a seguinte pergunta: ‘Você crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa até a sua velhice?’ Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar." Friederich Nietzsche.

Serviço

Dias 14 e 15, 21 e 22 de maio - Teatro Maristão, 615 Sul.

Dias 26, 27, 28 e 29 de maio - Espaço Cultural CAESB - GRAVAÇÃO DO DVD

Horário
Quinta, Sexta e Sábado às 21h e Domingo às 20h.

Mais Informações pelo whatsapp : 61 9351-1369

Ingressos Antecipados: Meia Entrada 30,00 Inteira 60,00
No dia do Espetáculo: Meia Entrada 35,00 Inteira 70,00

Meia Entrada: Todos os casos previstos em Lei e doadores de 1kg de alimento ou 1 livro.

Pontos de venda:

Espetáculo no Espaço Cultural CAESB: Barbearia do Beto - Rua Manacá - Águas Claras (Sem Taxas)
Espetáculo no Maristão: Up Grade: 415 Sul - Bloco C - Brasília - DF (Sem Taxas)
Pela internet site g7comedia.com
FNAC - Park Shopping (sem taxa)
Bela Rica - Feibox - Loja 174 - Ao lado do Taguatinga Shopping
Central de Ingressos - Brasília Shopping
No teatro no dia do espetáculo a partir das 14h.
Up Grade - 415 Sul - Bloco C - Brasília - DF

Duração: 90 minutos.

Classificação indicativa: 12 anos



Ficha Técnica

Concepção, Texto, Direção e Elenco:
Benetti Mendes
Felipe Gracindo
Frederico Braga e
Rodolfo Cordón
Direção, produção e realização: Cia de Comédia G7

Equipe técnica:
Produção: Marco Wanderlei
Produção Executiva: Renan Pinho
Iluminação: Gilmar Silveira
Sonoplastia: Renato de Paula
Direção de palco: Giovani Santos
Assistente de palco: Jefferson Landim
Assessoria de Imprensa, administrativo e marketing: Maria Laura e Francinete Mariano

NOVIDADES DA CIA. DE COMÉDIA G7

1.       Em junho os atores RODOLFO CORDÓN e FELIPE GRACINDO estarão no Rio de Janeiro participando da sexta edição do PRÊMIO MULTISHOW DE HUMOR.
2.       Em 2016 o grupo faz 15 anos e a festa vai ser em agosto, mês de aniversário do grupo.
Em Maio o G7 vai gravar o DVD do espetáculo MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA AO CASAMENTO.



[1] Por exemplo: "Conheça a matemática do casamento: para cada vacilo, dê 5 elogios", "Não espere que seu cônjuge faça você feliz", "É só fazer sexo" ou "Reacenda o Romance".


==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário