CICATRIZES - ESPETÁCULO ABORDA A QUESTÃO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

O amor e a guerra são compatíveis? À primeira vista, o sentimento e a situação não ocupam o mesmo lugar no tempo e no espaço. A realidade diária de muitos casais, porém, parece provar o contrário. Cicatrizes, espetáculo produzido e dirigido por Ernandes Silva, tem como fio condutor a violência doméstica. O trabalho, essencialmente construído a partir da ótica cotidiana, é inspirado em fatos reais e traz à tona o debate de um tema geralmente escondido à sete chaves. A peça estará em curta temporada no Teatro Brasília Shopping – até 15 de maio, sempre aos sábados e domingos, às 20h.
  
A trama se desenrola na casa de Sônia, uma advogada, e Fred, um militar autoritário, personagens centrais. Casados por 10 anos, e tendo como rotina os desentendimentos, o relacionamento está em fragmentos e a violência toma lugar de destaque. Para o diretor do espetáculo, Cicatrizes, questiona, lembra, sugere, coloca em pauta. A primeira montagem estreou em 2011, no Festival de Teatro na cidade de Laranjeiras (SE). O trabalho foi indicado a melhor espetáculo pelo júri popular e teve uma resposta surpreendente e intensa do público, com pessoas relatando suas próprias experiências ao elenco. “Lamentavelmente, esse tipo de violência está muito próxima de nós. Ela acontece em todas as classes sociais e costuma começar com palavrões, evolui para pequenas agressões e, muitas vezes, quem está envolvido, não consegue se desvencilhar”, avalia Silva.

O ator e diretor revela que Cicatrizes é um projeto que começou a ser construído há pelo menos 20 anos. “Eu trabalhava em um hortifrúti e muitas clientes choravam, contavam suas histórias. Passei a refletir sobre o assunto, busquei entender o motivo de duas pessoas insistirem em um relacionamento que não está dando certo”, pontua. Para Ernandes Silva, Sônia e Fred contam ao público, na verdade, uma história de amor que se perdeu pelo caminho. “Não podemos apontar o que é certo ou errado. Mas, como atores, podemos motivar o diálogo, fazer com que o assunto seja abordado e deixe de ser tabu”, completa. Apesar do tema, o espetáculo não é agressivo, não incomoda o público com cenas fortes ou violentas. “No final, sempre percebemos as reações e temos muitos feedbacks que nos emocionam”, observa o diretor.  


Ficha Técnica
Texto e Direção: Ernandes Silva
Elenco: Maria Moreira/ Ernandes Silva/ Fenando Bressan
Figurino: Grupo Em Comma



SERVIÇO:

CICATRIZES
Data:  Até 15 de MAIO
Horário: Sábado e Domingo, às 20h
Ingresso: R$ 40,00 a inteira e R$20,00 meia entrada
Venda: Bilheteria do Teatro Brasília Shopping aos sábados a partir das 18h e domingos a partir das 18h
Informações: 9508-4994
Classificação indicativa: 16 anos
Mais informações para o público: (61) 2109-2122

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário