Estádio Mané Garrincha vai sediar finais do Campeonato Brasiliense de Futebol 2016

As finais do Campeonato Brasiliense 2016, o Candangão, vão ser disputadas no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. A liberação foi anunciada pelo governador Rodrigo Rollemberg, em reunião com representantes do futebol local nesta segunda-feira (25), no Palácio do Buriti. O campeão será definido em dois jogos, em 30 de abril e 7 de maio.

Reivindicada pelos clubes e pela Federação de Futebol do Distrito Federal, a autorização foi concedida após avaliações técnicas do gramado. "Com isso, o estádio cumpre o seu papel. O futebol brasiliense tem tomado uma dimensão cada vez maior, e a área técnica indicou que o gramado está em condições de receber os jogos e a tocha olímpica em 3 de maio", afirmou o governador. Durante o percurso da chama, que começa por Brasília, haverá passagem pelo Mané Garrincha.

O secretário-adjunto de Turismo, da pasta do Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena, acrescentou que técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) vistoriaram o estádio. "O gramado passou nas últimas duas semanas por processo de manutenção e terá condição de jogo. Esperamos que o público compareça assim como fez na final do Candangão no ano passado."

Um dos finalistas da decisão é o Ceilândia. O adversário sairá da semifinal entre Gama e Luziânia, que jogam nesta quarta-feira (27), no Bezerrão. O vice-governador Renato Santana falou sobre a importância do futebol local para a cidade. "Há sempre uma economia que gira em torno do jogo, quem vende a comida, por exemplo, os salários dos jogadores", citou.

Também participaram da reunião o presidente da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Júlio César de Azevedo Reis; o superintendente de Marketing do Banco de Brasília, Carlos James Abbehusen Neto; os presidentes do Gama, Antônio Alves do Nascimento Neto, conhecido como Tonhão, e do Luziânia, Daniel Vasconcelos; e o advogado e vice-presidente do Conselho Deliberativo do Gama, Arggeu Breda. Pela Federação de Futebol do Distrito Federal estiveram o vice-presidente, Clever Rafael Santos, e o diretor de Competições, Neimar Frota.

Amanda Martimon, da Agência Brasília

==> Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília

0 comentários:

Postar um comentário