Horkheimer estreia no catálogo da Editora Unesp

Em 14 de fevereiro de 1895, nascia em Stuttgart o filósofo e sociólogo alemão Max Horkheimer, um líder da "Escola de Frankfurt", grupo de filósofos e cientistas sociais associados com o Institut für Sozialforschung (Instituto de Pesquisa Social), que lançou os fundamentos da chamada "Teoria Crítica" sobre a sociedade contemporânea.

Para celebrar seu nascimento, a Editora Unesp anuncia para breve o lançamento de Eclipse da razãoescrito na mesma época em que ele trabalhava no livro Dialética do esclarecimento, em parceria com Theodor Adorno (ao seu lado direito, na foto acima).

Em sua investigação sobre o conceito de racionalidade, o expoente da Escola de Frankfurt busca entender como a barbárie se instala em meio ao apogeu da razão, explorando as camadas mais profundas da civilização ocidental. Confira capa e excerto:

Eclipse da razão (no prelo)

“A doença da razão é que a razão nasceu da ânsia do homem para dominar a natureza, e sua ‘recuperação’ depende da compreensão da natureza da doença original, não de uma cura dos seus sintomas tardios. A verdadeira crítica da razão irá necessariamente desvelar as camadas mais profundas da civilização e explorará sua história mais remota.” Max Horkheimer, com tradução de Carlos Henrique Pissardo.

Outras leituras

Para conhecer melhor a importância da obra de Max Horkheimer, vale conferir também Textos e contextos, em que Jürgen Habermas discorre sobre a produção de oito teóricos que o influenciaram de alguma maneira, dentre eles, Horkheimer.

Já na coletânea Teoria Crítica e sociedade contemporânea, organizada por Sinésio Ferraz Bueno, o leitor pode aprofundar-se no debate sobre a Teoria Crítica e suas conexões com a política, a estética e a educação, sobretudo no que se refere à sociedade contemporânea.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário