Com falha de Cavalieri e gols de Arão e Guerrero, Fla bate o Flu em Brasília

Fluminense e Flamengo jogaram de igual para igual até a falha de Diego Cavalieri no primeiro tempo, que permitiu o gol do volante Willian Arão. A partir daí, os rubro-negros dominaram a maior parte da partida e ampliaram a vantagem com Guerrero no início da etapa final. Gustavo Scarpa ainda descontou com um golaço de falta aos 38 minutos, mas não foi suficiente para uma reação. A vitória por 2 a 1 no clássico no Mané Garrincha ainda teve momentos de tensão. O colombiano Cuéllar e Marcos Júnior se estranharam e foram expulsos. Wallace também, mas ao levar o segundo amarelo por chutar a bola após o árbitro ter parado a partida em uma falta de Éverton em Gérson.

A vitória deixa o Flamengo em segundo lugar do Grupo B, com 10 pontos, atrás somente do Botafogo, que tem 15. O próximo compromisso é contra a Cabofriense, na quarta-feira, no Moacyrzão. O Fluminense vive situação mais complicada. É o quarto colocado do Grupo A, com sete pontos, atrás de Vasco, Boavista e Bangu. O próximo confronto é contra o Fluminense, em partida que será disputada no Espírito Santo, também na quarta-feira.

Os 90 minutos
O jogo começou com uma batalha intensa no meio, com leve vantagem para os rubro-negros. Ambos os times tiveram chances mas, em escanteio, Cavalieri falhou, e a bola sobrou para Willian Arão marcar: 1 a 0. Houve polêmica em relação à possibilidade de a bola ter saído pela linha de fundo na cobrança. O Flamengo cresceu na partida e passou a dominar, teve ótimas chances, mas não aproveitou.

Na etapa final, o panorama melhorou ainda mais para para os rubro-negros. Rodinei cruzou na medida da direita, Guerrero se antecipou a Henrique e mandou para a rede: 2 a 0. Pouco depois, confusão entre Cuéllar e Marcos Júnior, e ambos receberam cartão vermelho. A chuva começou a cair forte no Mané Garrincha, a partida ficou mais truncada. Pouco depois de uma torcedora invadir o gramado para um protesto político, Gustavo Scarpa marcou um golaço de falta: 2 a 1. Ainda houve tempo para Wallace levar o segundo amarelo e também acabar expulso por dar um chute na bola após o árbitro ter parado o lance.

Cavalieri e Scarpa
O goleiro fez boas defesas e mostrou segurança na maior parte da partida. Mas cometeu uma falha decisiva. No gol de Willian Arão, Diego Cavalieri rebateu mal e entregou a bola nos pés do volante rubro-negro, que abriu o placar. O destaque positivo foi Gustavo Scarpa, o mais lúcido do meio de campo, premiado no fim com um golaço de falta.

Willian Arão e Rodinei
Em ótima fase, o volante distribui bons passes, faz seu papel na marcação e tem papel fundamental na saída de bola, que funcionou neste domingo. Ainda apareceu mais uma vez na frente para marcar o primeiro gol rubro-negro. Já o lateral esteve bem no apoio e conseguiu cruzamento perfeito para o gol de Guerrero.

Público e renda
32.024 pagantes
32.024 presentes
R$ 2.388.360,00

Globoesporte

==> Foto: Reprodução Globoesporte

0 comentários:

Postar um comentário