Movimento Internacional de Dança (MID). Vem dançar com a gente!

Uma das mais frutíferas plataformas internacionais de intercâmbio entre a arte plural da dança e o grande público, o Movimento Internacional de Dança (MID) chega à sexta edição no momento da retomada das atividades culturais e da reabertura dos teatros. De 07 de setembro a 12 de outubro de 2021, com apresentações virtuais e presenciais, coreografias da França, México, Ceará, Paraná e Rio de Janeiro, entre outras regiões do país, além do Distrito Federal, mostrarão sua beleza e exuberância. O festival acontece presencialmente no Centro Cultural Banco do Brasil (teatro, jardins e área externa) e algumas apresentações serão transmitidas ao vivo, numa celebração que tem como mote o convite à dança.
 
“O MID 2021 tem a delicadeza de um presente dado a Brasília sexagenária. O nosso convite é para que as pessoas de todas as idades venham dançar com a gente. Além das apresentações de companhias conceituadas dentro e fora do Brasil, teremos apresentações e aulões a céu aberto”, celebra Sérgio Bacelar, diretor-geral do festival.
 
O festival tem patrocínio do Banco do Brasil e do Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Distrito Federal, além de apoio da Embaixada da França e do Instituto Francês. “É uma programação vibrante, cosmopolita e representativa, e que considera as transmissões via internet como muito importantes. Mantivemos a espinha dorsal do projeto original. Em sua gênese, o MID está preservado, com a expectativa de realizar mais uma edição histórica”, prevê Sergio Bacelar.
 
Maior e mais representativo festival de dança do Centro-Oeste, o MID põe a dança como protagonista da cena cultural do Distrito Federal ao associar uma programação de espetáculos de qualidade com atividades formativas, de intercâmbio, de formação de plateia e de mobilização da população. “Ao longo da sua história, o MID alcançou esse lugar de intenso diálogo entre as produções do Distrito Federal e as visitantes, criando pontes entre o Centro-Oeste e diversos países”, revela o diretor do festival.
 
Edição tem característica de “Retomada” das atividades culturais e mix de coreografias, batalha all-style e atividades formativas
As atividades culturais, duramente atingidas pelos efeitos da pandemia da COVID-19 em todo o mundo, exigiram um grande esforço de adequação e senso de segurança nos eventos.
 
Optou-se por uma realização de programação híbrida, ou seja, presencial com público reduzido nos teatros e transmissão ao vivo. Esse formato permite a um número maior de pessoas acompanhar as atividades e garante a segurança do público presencial com as seguintes orientações:
 
Os ingressos serão adquiridos pelo site ou aplicativo da Eventim; a capacidade dos teatros foi reduzida em 50%, de forma a evitar aglomerações; não há previsão de fila de espera por desistência; a temperatura dos visitantes será aferida nas entradas dos espetáculos. O distanciamento recomendado entre as pessoas é de 2 metros com uso de máscara cobrindo boca e nariz durante todo o tempo; haverá disponibilidade de álcool em gel; todos os envolvidos na realização dos espetáculos, como dançarinos, técnicos e produção , serão testados regularmente e contarão com a supervisão de um profissional da área de Saúde.
 
Durante a programação do MID há uma intensa mostra comemorativa. Na abertura da 6ª edição, no dia 07.09 às 16h, o Palco Aberto, programa que reúne mix de coreografias curtas, apresenta criações de convidados do DF: SEMUTSOC, Tudo Vira Pó; Pesquisa de Queda e Recuperação; Matrizes; Cinesia; e fragmentos do espetáculo Na Pegada Popular – No Coração do Brasil. A programação acontecerá na área externa do CCBB com transmissão ao vivo no YouTube do Banco do Brasil. Às 17h um aulão de Dança encerra a programação do dia.

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA
De 08 a 25 de setembro, Márcia Duarte, diretora, atriz, coreógrafa e professora de dança, coordena a residência artística MOVIMENTO-AÇÃO: Composição dramatúrgica em linguagem de movimento. Serão 12 (doze) selecionados para a atividade. Nessa residência atos performáticos serão explorados como uma ponte para uma abertura de percepção não apenas da cena, mas também de nossas experiências e interações diárias. Os participantes serão convidados a se envolver de forma lúdica em um fluxo contínuo de impulsos, associações, memórias e fantasias, e terão a oportunidade de potencializar sua criatividade por meio jogos de improvisações e o trabalho em cenas de composição individual, experimentando uma atuação orgânica e viva. Ao final será apresentado o resultado do processo. LOCAL DA RESIDÊNCIA - CCBB

ESPETÁCULOS NO TEATRO DO CCBB
Homem na Prancha, de Edson Beserra, acontece nos dias 11.09, às 20h, e 12.09, às 19h. A coreografia explora a difusão como qualidade de movimento, o cambalear das águas e do vento, a névoa e a utilização das cores. São os frutos colhidos sob a influência dos trabalhos do pintor William Turner. Por sua vez, o personagem principal do conto do escritor Guy de Maupassant - O Horla - empresta texturas de angústia e desconforto físico de sua experiência com o sobrenatural à movimentação do intérprete, gerando uma atmosfera de sonho e ilusão. Uma dramaturgia dançada que se estrutura a partir dos encontros entre o artista, a obra e o espectador. No dia 12 a coreografia terá transmissão ao vivo no Canal do Youtube do MID. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira 
 
No dia 16.09 às 20h estreia O Inquietante, peça de Marcos Katu Buiati, investigação poética que surge do contato com aspectos de uma subjetividade que emerge sem que se queira, que aparece, muitas vezes sem que se tenha controle. No dia 17.09 às 20h a peça se repete ao vivo e com transmissão pelo canal do YouTube do MID. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira

Em 18.09 às 16h, será apresentado AMANA, da Cia. PSOAS E PSOINHAS. Amana é uma palavra tupi-guarani que significa água que vem do céu. O espetáculo de dança para e com bebês traz um pouco de nossa ancestralidade, das gotinhas de nosso mar interno, às gotas que somos neste universo de possibilidades. Transmissão no dia 19/09 às 16h no canal do YouTube do Banco do Brasil. GRATUITO

Nos dias 20.09 e 21.09, sempre às 20h, apresentação de “Depois do Silêncio”, narrativa inclusiva emocionante que reúne teatro, dança e libras, com direção de Eliana Carneiro e Rogero Torquato. O espetáculo é baseado em fatos da vida de Helen Keller (1880-1968), que perde a sua visão e audição com poucos anos de idade e vive em um mundo totalmente apartado até a chegada da professora Anne Sullivan. Na terça-feira, 21.09 transmissão do espetáculo no canal do YouTube do Banco do Brasil. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira.

Nos dias 02.10 e 03.10, às 20h e 19h respectivamente, uma super atração nacional: ÄGÔ - um solo de Cristina Moura! É um compartilhamento de ideias, imagens, palavras e movimentos. A vocação de ÄGÔ é lançar perguntas e provocações, compartilhar pensamentos e conceitos. O que acontece no mundo enquanto eu danço? Essa pergunta é o ponto de partida desta criação. O impulso de Cristina Moura como criadora é o de compartilhar inquietações. ÄGÔ evoca também futuro e ancestralidade, beleza e feiura, solidão e esperança, imaginação, magia e concretude. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira

Nos dias 05 e 06 de outubro, às 20h, teremos a estreia nos palcos de Mamadook da Foco Cia de Dança. Com 50 minutos e classificação etária indicativa de 16 anos, Mamadook é uma obra que traz a ressignificação da figura feminina na contemporaneidade. Ao revisitar a força opulenta e a primordialidade da conformação matriarcal, nota-se a necessidade de ressaltar o lugar e a robustez da mulher na sociedade moderna. Mamadook tende a romper o emaranhado desrespeitoso no qual incansavelmente a figura feminina é colocada, e suscitar a poderosa divindade guardada em cada mulher. De forma que torne translúcida a mulher visceral e forte, a ser evidenciada e venerada. No dia 06/10 haverá a transmissão do espetáculo no canal do YOUTUBE do MID. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira

Nos dias 07 e 08.10, sempre às 20h, teremos a estreia do espetáculo Na Pegada Popular no Coração do Brasil, da Transições Companhia de Dança e Artes, com duração de 60 minutos e classificação indicativa livre. A coreografia aborda situações históricas, desde a passagem dos Retirantes até a rotina corriqueira de uma moça sonhadora que ocupa os espaços físicos da cidade que deu origem à capital do Brasil, Planaltina. Por meio das vertentes das danças populares como Frevo, Coco, Cavalo Marinho, Baião, Xaxado, Caboclinho, podemos perceber de forma clara alguns encantos. A proposta visa fortalecer a cultura nordestina por meio de coreografias que mesclam danças regionais e a dança contemporânea. No dia 08.10, teremos a transmissão ao vivo pelo canal do Youtube do Banco do Brasil. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira

Nos dias 09, 10 e 12.10, às 16h, será apresentado Iracema. Representante do Ceará, com direção de Clarice Lima e interpretação de Rosa Primo, Iracema é um espetáculo de dança voltado para o público infantil que parte da personagem feminina do romancista cearense José de Alencar para pensar e discutir questões que atravessam a figura da mulher, bem como o sentido de sua presença como parte dos povos originários do Brasil no passado e no presente. Mais do que contar a história de Iracema, nesse espetáculo iremos juntos imaginar que outras histórias de Iracema podem ser dançadas. No dia 12.10, transmissão on-line no canal do Youtube do Banco do Brasil em celebração ao Dia das Crianças. TEATRO 1 CCBB R$ 30,00 Inteira

ESPETÁCULOS INTERNACIONAIS
A estreia das atrações internacionais no MID acontece no dia 24.09 às 20h, com CINÉ-DANSE, cinco coreografias curtas da Companhia Francesa AMALA DIANOR. As coreografias que compõem CINÉ-DANSE são: We Insist!; Nioun Rec; Xamûma Fane Lay Dën; Breath; e Bois sonnants et mouvants. Apresentação dos vídeos no canal no YOUTUBE do Banco do Brasil. GRATUITO

No dia 25.09 às 20h a segunda atração internacional é LIED BALLET do coreógrafo TOMAS LEBRUN. Bailarino e coreógrafo francês, fundador da Cia. LLLico, o artista cria performances para bailarinos e companhias de danças estrangeiras, como China e Brasil. Lied Ballet é um espetáculo, apresentado em três atos, que une duas grandes referências do período romântico em roupagem atual: o Lied, palavra de origem alemã e de gênero neutro, que representa a música erudita cantada sobre poema estrófico, e o Ballet. Os temas românticos Lieder são transformados em movimento, criando uma escrita coreográfica que começa com mímica e termina em abstração. No final, tudo se conjuga em um grande coro desafiando gêneros e categorias, expressando fundamentalmente a confiança do artista no corpo dançante. Transmissão pelo canal do YouTube do MID. GRATUITO

Começando Outubro, 01.10 às 20h transmissão on-line do espetáculo Internacional NOSOTROS da Cia Mexicana Moving Borders. A coreografia relata a história de quatro jovens vivendo em um típico bairro mexicano, de maneira leve e com senso de humor. Utilizando recursos de jogos extremos, luta livre, futebol, ​​videogames e improvisações, os artistas mostram ao público como o homem no México tem que enfrentar seu papel masculino na sociedade e a fragilidade desse papel. Transmissão pelo pelo Canal do YOUTUBE do MID. GRATUITO

OUTRAS PROGRAMAÇÕES
No dia 12.09 às 16h tem Palco Aberto, programa que reúne mix de coreografias curtas, apresenta as coreografias: A Alegria de Shaaby Street; Desabrigo; Ara Aye; Fuerza Tanguera e O Fantasma da Ópera. Na sequência aulão de dança. Palco Externo do CCBB - GRATUITO - com transmissão pelo canal do YOUTUBE do MID.

No dia 19.09 às 16h Palco Aberto com: Zambra; SEMUTSOC; Faniquitos Lânguidos; Ara Aye e Cinesia e para encerrar aulão de dança no CCBB. Palco Externo do CCBB - GRATUITO - com transmissão pelo canal do YOUTUBE do MID.

No dia 03.10 às 16h novamente o Palco Aberto, com as coreografias: Meraki; Existindo; Matulão; Tudo Vira Pó; O Fantasma da Ópera. Na sequência, às 17h, aulão de dança. Palco Externo do CCBB - GRATUITO. com transmissão pelo canal do YOUTUBE do MID.

A já tradicional dança urbana ocupa a área externa do Centro Cultural Banco do Brasil, nos dias 25 e 26.09 a partir das 15h. Sábado com a seletiva, e no domingo com as batalhas finais, mostrando o vigor da dança de rua. As batalhas All-Styles nasceram do desejo de se consolidar como um projeto que trabalhe as múltiplas vertentes da dança, tendo como intuito popularizar sua prática e apreciação entre o público do Distrito Federal. ​Desse modo, o MID propicia o encontro desses jovens artistas, contribuindo para a formação de futuros grupos. A coordenação é de Alan Papel. Palco Externo do CCBB - GRATUITO. com transmissão pelo canal do YOUTUBE do MID.

Dia 30.09 às 20h Programa duplo Coração Valente e O Buraco com transmissão pelo Canal do Youtube do MID. GRATUITO

Coração Valente tem o formato de vídeo-dança com Katiane Negrão, que trata sobre a busca pelos espaços mais internos, partículas ancestrais e possíveis dissoluções. Entre limites e finitudes, nutre-se da ciclicidade de ser porosa, ao mesmo tempo que poeira de estrela.

O Buraco é um ensaio performativo real, ficcional e imaginado. Trata-se de uma obra de dança que flerta com o cinema. É uma experiência cênica híbrida, que atravessa um território cênico/ cinematográfico e busca desbordar fronteiras, mergulhando assim, na condição auto-biográfica de seus criadores e espectadores.

No sábado 09.10, às 17h, é hora de “JUNTOSeSEPARADOS 8”, da ASQ Dança, performance em videoconferência ao vivo e online. Nove bailarinos, mediados pelas telas dos seus computadores pessoais, utilizam diversos objetos, recortes de revistas e recursos tecnológicos para interagir em um ambiente multi telas de um aplicativo de reuniões virtuais. Um jogo de imagens e significados que reflete sobre mudanças de paradigmas e os paradoxos da situação que vivemos. Concebido no contexto de isolamento social imposto pela pandemia, todo o trabalho é realizado em tempo real sem nenhuma pós-edição. Direção e concepção de Luciana Lara, com trilha sonora originalmente criada para o espetáculo. com transmissão pelo canal do YOUTUBE do MID - GRATUITO

MOVIMENTO INTERNACIONAL DE DANÇA (MID)
Sergio Bacelar - Diretor Geral
Max Lage (Coordenador de Comunicação) (61) 98161-0200
Alethea Muniz (Assessora de Imprensa) (61) 99665-1534
Pati Reis (redes sociais e vídeo)
Nityama Macrini (fotografia)

CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL
SCES, Trecho 2, Lote 22, Brasília – Abertura: 07 de setembro de 2021 até 12 de outubro Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada) para as atividades no teatro. Área externa tem entrada franca.

Os ingressos para o MID no CCBB começam a ser vendidos no dia 28 de agosto de 2021 no site www.eventim.com.br

Clientes do Banco do Brasil tem 50% de desconto em todos os espetáculos do festival.

Os espetáculos têm classificação indicativa entre livre e 16 anos.

Programação completa no site bb.com.br/cultura

Capacidade do teatro (50%): 160 lugares (sendo 2 obesos, 3 idosos) e 6 cadeirantes + 6 acompanhantes)

==> Foto: Face Oficial

0 comentários:

Postar um comentário