Biruta, mostra ao leitor as diferentes formas de vermos o mundo e o outro

Biruta conta a história de uma galinha cega que foi salva do trágico destino de virar almoço de domingo graças ao inesperado amor do pequeno neto de um fazendeiro do interior. A escritora Sônia Barros resgata memórias de infância para narrar o encontro entre o menino da cidade e a ave que perdeu a visão.

Nas páginas do livro, é o acaso que leva o enredo ao desfecho inusitado, mostrando às crianças leitoras que há diferentes maneiras de vermos o outro ou de percebermos o mundo que nos cerca.

Além da prosa tecida em rimas, Biruta tem a ilustração de Odilon Moraes como elemento que ajuda a costurar as cores da prosa poética. Os desenhos sutis e delicados – características do traço desse premiado artista –, tornam a história ainda mais envolvente e tocante.

Nessa edição que privilegia o diálogo entre o texto poético de Sônia Barros e a ilustração de Odilon Moraes, a Editora Moderna oferece ao leitor a possibilidade de vislumbrar as diferentes possibilidades que podem surgir de um mesmo acontecimento.

Assim, um mesmo infortúnio pode levar à morte ou se transformar na semente de uma nova vida – tudo depende apenas do ponto de vista de quem lê a realidade. Ou, de outra forma, com quais olhos optamos para interagir com um cenário que se apresenta.

Ficha técnica 
Título: Biruta 
Autores: Sônia Barros e Odilon Moraes 
Páginas: 32 
Preço sugerido: R$ 45 
Para informações: clique aqui

Sobre os autores 
Sônia Barros nasceu em 1968, em Monte Mor, SP, e reside desde a infância em Santa Bárbara d´Oeste, no interior do estado paulista. É casada e tem um filho. Cursou a Faculdade de Letras na Universidade Metodista de Piracicaba e deu aulas de Língua Portuguesa em escolas públicas e particulares por dez anos. Também fez teatro e canto. Tem mais de vinte livros publicados para crianças e jovens. O livro "Tatu-balão" recebeu o selo "Altamente Recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) em 2015 e foi selecionado para a campanha "Leia para uma criança" promovida pela Fundação Social do Itaú. Com vários títulos transcritos para o Braille, Sônia recebeu o título de "Embaixatriz das Letras em Braille" na Feira do Livro de Porto Alegre em 2016. Estreou na Literatura para o público adulto com o livro de poemas "Mezzo vôo", selecionado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Venceu o Prêmio Paraná de Literatura em 2014 e em 2017, na categoria poesia, com os livros "Fios" e "Tempo de dentro". "Fios" foi semifinalista do Prêmio Oceanos de Literatura em 2015.

Odilon Moraes cursou Arquitetura, mas em vez de construir casas, ainda no meio do curso, preferiu construir livros e se tornou ilustrador. Entre os reconhecimentos pelos trabalhos já realizados, foi premiado em 2002 com o Prêmio Ofélia Fontes – O Melhor Livro para crianças, conferido pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

Sobre a Editora Moderna
 

A Moderna atua há mais de 50 anos com o compromisso de educar para um mundo em constante movimento, compreendendo cada ecossistema formativo para ajudar a construir projetos de vida alinhados às expectativas de cada indivíduo. Com uma equipe de autores e especialistas que conhecem as necessidades do brasileiro e das instituições de ensino públicas e privadas, a Moderna investe em pesquisas, inovações e novas metodologias para criar e elaborar conteúdos didáticos, literários e projetos educacionais efetivos. Assim, ao lado de escolas e famílias, desenvolvemos habilidades, competências e valores para os desafios pessoais e profissionais que estão porvir.

Desde 2001, como parte da Santillana, grupo editorial e de educação presente em 22 países, a Moderna contribui com projetos sociais de fomento à educação e à cultura, em parceria com a Fundação Santillana e outras entidades do setor. Também apoia a formação de professores e gestores, com a realização de cursos, oficinas e seminários gratuitos e a disponibilização de obras de referência para fomentar reflexões.

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário