SUPERLIGA CIMED FEMININA 17/18: FECHANDO AS QUATRO EQUIPES SEMIFINALISTAS

Camponesa/Minas está na semifinal

Na noite de sexta-feira (16.03), Dentil/Praia Clube (MG) e Sesc RJ já haviam garantido a classificação para a semifinal da Superliga Cimed feminina de vôlei 2017/2018. Na tarde deste sábado (17.03) foi a vez do Camponesa/Minas (MG) fazer o mesmo. A equipe jogou em casa, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), e venceu o Fluminense (RJ) por 3 sets a 1 (25/22, 23/25, 25/15 e 25/23). Como já havia vencido o primeiro confronto, por 3 sets a 0, no Rio de Janeiro (RJ), o novo resultado positivo classificou o Camponesa/Minas para a semifinal do campeonato.

Nesta tarde, a central Carol Gattaz teve uma grande atuação, que foi reconhecida pelo público do voleibol. Com o maior número de votos no site do Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), a experiente jogadora foi premiada com o Troféu VivaVôlei Cimed, de melhor em quadra, e comemorou.

“Estou muito focada no Camponesa/Minas, que é a minha maior preocupação agora. O time está de parabéns pelas partidas nessa série de quartas de final. Sabíamos que o hoje ia ser bem mais difícil hoje e que o Fluminense viria mais forte e foi o que aconteceu de fato”, destacou Carol Gattaz.

A experiente jogadora já começa a voltar sua atenção para o adversário da semifinal, que será justamente o Sesc RJ, assim como na temporada passada. “Agora vamos enfrentar o Rio de janeiro mais uma vez, e elas têm o time favorito ao título pela experiencia e qualidade das jogadoras. Temos que virar a chave e já começar a pensar na semifinal. Não vai ser uma série fácil, mas vamos brigar para estar na final”, afirmou a central do Camponesa/Minas.

Outro destaque do jogo ficou do lado de fora da quadra. Logo após o fim da partida, a levantadora Karine, grávida, de sete meses, anunciou a aposentadoria. A jogadora não segue com o time mineiro na semifinal.

É um orgulho ter vivido tudo que vivi e tenho que agradecer a todo mundo que me apoiou a vida inteira. É um momento difícil, mas chega uma hora que sabemos que temos que parar. Esse momento chegou. Estou feliz por tudo que eu tive nos 15 anos de muitas conquistas. E estou tendo a oportunidade de fechar a minha carreira em um clube como Minas me deixa muito feliz”, disse Karine.

A última série pelas quartas de final que falta ser definida será entre Hinode Barueri (SP) e Vôlei Nestlé (SP), que farão o segundo jogo ainda neste sábado, às 19h, no ginásio José Correa, em Barueri (SP), este jogo mostrado pelo SporTV. O vencedor da série enfrentará o Dentil/Praia Clube na busca por uma vaga na final.

O JOGO
O Camponesa/Minas saiu na frente e abriu 3/0. No ace de Thaís, o Fluminense chegou ao ponto de empate em 3/3. O placar esteve igual novamente em 7/7. Michelle pontuou no saque e fez 9/8. Bem no bloqueio, o time carioca abriu três pontos em 13/10. Stefano Lavarini pediu tempo. Com Carol Gattaz, o time da casa deixou tudo igual: 14/14. E no bloqueio de Macris, 15/14. O time mineiro seguiu em vantagem e, mais uma vez com Carol Gattaz, abriu 19/14. Hylmer Dias pediu tempo. Na volta, bloqueio de Carol: 20/14. Em boa passagem de Larissa pelo saque, o Fluminense reagiu, fez 17/20, e Lavarini parou o jogo. Ainda com Larissa bem no saque, o time visitante encostou em 19/20. O Camponesa/Minas voltou a pontuar bem, especialmente com Carol Gattaz, e fechou em 25/22.

Com Thais pontuando bem e com o grupo forçando o saque, o Fluminense abriu três de vantagem em 5/2 logo no começo do segundo set. No bloqueio, o time carioca ainda chegou a 6/2 e o treinador do Camponesa/Minas parou o jogo. Com Ariane, o tricolor chegou ao dobro de pontos (8/4). No bom saque de Michelle, 9/4. O Fluminense seguiu em vantagem em 12/8. Mara marcou 12/14, reduzindo a desvantagem do Camponesa/Minas. Com Rosamaria, o time da casa encostou em 13/14. Quando a equipe mineira empatou em 16/16, Hylmer Dias pediu tempo. No ace de Giovana, o Fluminense voltou a ter vantagem: 18/16. No bloqueio de Ariane, 20/19. O set seguiu extremamente equilibrado. No bom saque de Ariane, 23/20 para o Fluminense e o Camponesa/Minas encostou em 22/23. No final, vitória carioca por 25/23.

O Camponesa/Minas saiu na frente e abriu 3/1 no terceiro set. Embalado e empurrado pela torcida, o time mineiro chegou a 7/3, forçando Hylmer Dias a pedir tempo. No erro do adversário, a equipe da casa chegou a 9/5. Com Thaís, o Fluminense chegou ao ponto de empate (10/10) e Lavarini pediu tempo. Na bola de segunda de Macris, o Camponesa/Minas marcou 13/10. Quando o time da casa fez 16/11, o treinador do Flu pediu tempo. Com ponto de bloqueio, o Camponesa/Minas chegou a 19/12. Com ampla vantagem, a equipe mineira fez 23/14. No ponto de saque de Macris, 24/14. E com Hooker, 25/15.

O Camponesa/Minas saiu na frente, mas, com Thais, o Fluminense chegou ao ponto de empate em 4/4. O set esteve equilibrado novamente em 9/8 e, duas vezes com Ariane, o time carioca colocou três pontos de vantagem (11/8). Com Carol Gattaz, o Camponesa/Minas virou o jogo, marcou 15/14, e o técnico do time carioca pediu tempo. As donas da casa ainda chegaram a 18/15. O Fluminense reagiu e encostou em 19/20. A reta final do quarto set ganhou equilíbrio. Com dois bloqueios seguidos, o time carioca deixou tudo igual em 22/22. E, no bloqueio de Carol Gattaz e Pri Daroit, o Camponesa/Minas fechou em 25/23 e garantiu a vaga na semifinal.

EQUIPES
CAMPONESA/MINAS – Macris, Hooker, Mara, Carol Gattaz, Rosamaria e Newcomb. Líbero – Léia
Entraram – Pri Daroit, Karol Tormena, Georgia, Laisa
Técnico: Stefano Lavarini

FLUMINENSE – Giovana, Ariane, Lara, Letícia, Thaís e Michelle. Líbero – Sassá
Entraram – Fernanda, Larissa, Renatinha, Jordane, Clarisse
Técnico: Hylmer Dias



Vôlei Nestlé é o quarto classificado

Semifinais definidas. Depois de Dentil/Praia Clube (MG), Sesc RJ e Camponesa/Minas (MG), o Vôlei Nestlé (SP) também garantiu a vaga na próxima fase da Superliga Cimed feminina de vôlei 2017/2018. Neste sábado (17.03), a equipe de Osasco (SP) esteve na casa do adversário, no ginásio José Correa, e venceu o Hinode Barueri (SP) por 3 sets a 1 (25/18, 17/25, 25/21 e 26/24). Vencedor também no primeiro confronto da série melhor de três, o Nestlé garantiu a vaga.

Com as definições na segunda rodada, ficam definidos também os duelos pela semifinal. O Vôlei Nestlé terá o Dentil/Praia Clube, enquanto o Sesc RJ e o Camponesa/Minas se enfrentam pela segunda semifinal consecutiva.

Nesta noite, a oposto Tandara foi um dos principais nomes da partida. A jogadora foi a maior pontuadora do duelo, com 21 acertos (19 de ataque e dois de bloqueio) e ainda foi eleita, por votação popular, no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), a melhor em quadra. Logo após ser premiada, Tandara comemorou.

“Entramos determinadas. Erramos muito no primeiro set, mas também jogamos muito bem. o segundo set foi mais equilibrado e, nos seguintes, paramos e pensamos mais, colocamos a bola para o outro lado a fim de fazer eles jogarem. E isso fez toda a diferença. Agora, contra o Praia, é trabalhar, trabalhar. Trabalhar e ir para cima”, completou.

A levantadora Fabíola também falou sobre a partida. “Foi um jogo muito difícil, Barueri tem um grande time, mas mostramos que quando estamos juntas, coisas boas acontecem. Nos superamos e, nos momentos difíceis, conseguimos dar a volta por cima. Todo mundo que entrou deu sua contribuição para construir esse grande resultado. Agora é respirar, descansar e focar no Praia para lutar pela vaga na final”, afirmou Fabíola.

Mesmo com o resultado negativo, o técnico do Hinode Barueri, José Roberto Guimarães, fez questão de enaltecer a qualidade do time adversário.

“Osasco é uma grande equipe, nosso time se superou, após ter muito problemas físicos ao longo da temporada e que se juntou praticamente na reta final da Superliga. Mas eu gostaria de agradecer a todas as meninas e também ao Grupo Hinode, por todo apoio que nos deu”, disse o treinador, que complementou.

“Infelizmente não conseguimos avançar, mas nosso time ainda está em formação e com certeza vai crescer”, disse a ponteira Jaqueline, emocionada, após a partida. “Foi nosso primeiro ano na Superliga e a tendência é evoluir. Temos que trabalhar, com as categorias de base e com o time principal, então temos muita coisa ainda para se fazer”, garantiu Zé Roberto Guimarães.



SUPERLIGA CIMED FEMININA 2017/2018
Quartas de final                                               

Segunda rodada
16.03 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Vôlei Bauru (SP), às 19h, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG) (25/20, 25/16 e 25/19)

16.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ 3 x 0 Pinheiros (SP), às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (25/22, 25/22 e 25/13)

17.03 (SÁBADO) – Camponesa/Minas (MG) 3 x 1 Fluminense (RJ), às 15h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/22, 23/25, 25/15 e 25/23)

17.03 (SÁBADO) – Hinode Barueri (SP) 1 x 3 Vôlei Nestlé (SP), às 17h, no José Correa, em Barueri (SP) (18/25, 25/17, 21/25 e 24/26)

==> Foto: Ignácio Costa

0 comentários:

Postar um comentário