Beach Soccer - Brasil goleia Peru por 11 a 0 e conquista o título do Grand Prix, na China

Quanzhou (China) - Vitória, título e 2017 fechado com chave de ouro. Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil terminou uma temporada de maneira invicta. Nas areias de Quanzhou, a Seleção Brasileira ignorou o frio e venceu o Peru por 11 a 0 (José Lucas (2), Bruno Xavier (2), Luquinhas (2), Fernando DDI, Lucão, Bryan, Datinha e Rafa Padilha), chegou a 23 triunfos em igual número de jogos contra os rivais sul-americanos, e conquistou o Grand Prix Internacional da China, em partida disputada neste sábado, dia 16.

Com o resultado positivo, o Brasil alcançou 49 partidas de invencibilidade e chegou ao 11º título seguido - a última derrota foi em julho de 2015. Peruanos e suíços se enfrentam neste domingo, dia 17, no encerramento do torneio, em confronto que vale o vice-campeonato.

- Jogamos com inteligência, ditando o ritmo. O Peru é uma seleção que, por tradição, marca forte, não dá espaços, e eles mostraram bom futebol, jogadores de qualidade e um bom ataque. Tivemos paciência para construir o placar, fizemos um bom jogo e a goleada coroou o bom torneio que fizemos. Todos estão de parabéns - disse o atacante Bryan.

- É bom fechar mais um ciclo, mais um ano invicto. Ninguém fica pensando em invencibilidade, isso é momentâneo, entramos em quadra para buscar as vitórias, lutar pelos títulos, e os resultados são reflexo do trabalho bem feito, da entrega, da dedicação de todos para representar da melhor maneira essa camisa - afirmou o potiguar José Lucas.

Confira os últimos 11 títulos:
Grand Prix Internacional (Quanzhou-China)
Copa Intercontinental 2017 (Dubai-Emirados Árabes)
Liga Sul-Americana Zona Norte 2017 (Lima-Peru)
Copa do Mundo 2017 (Nassau-Bahamas)
Mundialito de Portugal (Cascais-2017)
Eliminatórias Conmebol 2017 (Assunção-Paraguai)
Copa América 2016 (Santos-SP)
Copa Intercontinental 2016 (Dubai-Emirados Árabes)
Mundialito Brasil 2016 (Santos-SP)
Mundialito Cascais 2016 (Cascais-Portugal)
Sul-Americano 2016 (Vitória-ES)

A Seleção Brasileira tem patrocínios de Ultrafarma / Sidney Oliveira e Nike, e apoios de Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Marinha do Brasil

==> Foto: Dingding Mi

0 comentários:

Postar um comentário