Resultados opostos nos jogos dos times da Capital Federal

Em grande noite, Terracap/BRB/Brasília Vôlei vence o Bauru em casa

O Terracap/BRB/Brasília Vôlei fechou, na noite desta terça-feira (7), a participação em casa na fase classificatória da Superliga. A penúltima rodada do returno aconteceu no SESI-Taguatinga e terminou melhor para o Brasília, que devolveu a derrota do primeiro turno para o Genter Vôlei Bauru, vencendo por 3 a 1. As parciais foram 27×29, 25×20, 25×22 e 25×22. Macrís foi eleita a melhor em quadra e levou o Troféu VivaVôlei. O Brasília terá a chance de terminar ainda em quinto na próxima rodada, vencendo o São Caetano fora e torcendo por uma combinação de resultados.

O confronto foi tenso. Ambas as equipes brigaram praticamente durante toda a Superliga por uma vaga no G-4. Para iniciar a partida, Anderson Rodrigues escalou: Macrís, Paula Pequeno, Amanda, Andréia, Vivian, Roberta e as líberos Silvana e Fernanda revezando na recepção e defesa.

Para começar bem o primeiro set, em jogada rápida de Macrís, Vivian abriu o placar pelo meio de rede. O bloqueio de Roberta deu sequência na pontuação das mandantes (2×0). Ainda no bloqueio, desta vez com a ajuda de Macrís, as brasilienses marcaram (5×3). O Brasília seguiu forçando o saque e aproveitando dos contra-ataques, principalmente com Amanda e Paula Pequeno pela entrada de rede. No saque com Valquíria, o Bauru também quebrou o passe do Brasília, equilibrando novamente o confronto (14×14). O desfecho, entretanto, foi melhor para as paulistas (27×29).

No segundo set os times começaram trocando pontos, novamente uma disputa muito equilibrada. No décimo segundo ponto Paula Pequeno atacou e no erro de levantamento de Juma o Brasília ampliou em três (8×5). Encaixando bem a relação saque e bloqueio, as comandadas de Anderson administraram os pontos à frente e conseguiram impor o jogo até o fim, empatando em 1 set a 1 com parcial de 25×20.

O terceiro período foi bem parecido com os anteriores. Times trocando ataques, grandes defesas e bons ralis. Quando o Bauru passava à frente a torcida empurrava o Brasília, que igualava novamente. Em grande dia de Macrís, Paula e Amanda, as brasilienses estiveram, mesmo que por um ponto de diferença, na frente do confronto, sempre executando bem os fundamentos de defesa e bloqueio (19×18). A igualdade das equipes permaneceu até o fim, mas a experiência do Brasília prevaleceu, virando o jogo com diagonal de Amanda (25×22).

No período decisivo, o Bauru acertou no saque com Bruna Honório, mas a defesa do Brasília, em grande noite, acertou as recepções e os contra-ataques, mas o jogo manteve o equilíbrio (9×9). Errando menos, Paula Pequeno e cia. mostravam maturidade nos momentos em que as paulistas esboçavam uma reação. Foi assim durante todo o quarto set e o Brasília fechou o jogo em 3×1, com última parcial de 25×22.

“A partida foi de acordo com o esperado. Sabíamos que seria uma guerra e viemos preparadas. O jogo lá em Bauru estava engasgado e conseguimos elevar nossa moral como equipe e entender que quando nos unimos conseguimos superar as adversidades independente do que aconteça. O Bauru tem uma equipe muito bem trabalhada com um poder de ataque muito forte e acredito que foi um grande jogo”, ressaltou Macrís.

O treinador Anderson Rodrigues também elogiou o grupo. “Foi uma vitória muito boa e estamos no caminho certo. Precisamos agora melhorar alguns detalhes, de repente algumas bolas na saída e na ponta, mas acredito que toda vitória por 3×0 ou 3×1 é bem-vinda, me agrada. Vamos jogar agora em São Caetano e precisamos trabalhar para chegar bem nos playoffs”, finalizou.

Fora de casa
Para tentar conseguir a quinta posição na tabela, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei irá até São Paulo para jogar contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano já na sexta-feira (10), às 21h30. Não haverá transmissão pela TV.




NBB CAIXA - Mogi bate Brasília e assume vice-liderança

O Mogi das Cruzes/Helbor é o novo vice-líder do NBB CAIXA 2016/2017. Na noite desta terça-feira (07/03), a equipe paulista conquistou uma vitória incontestável sobre o UniCEUB/BRBCARD/Brasília, pelo placar de 84 a 58, e subiu uma colocação na tabela de classificação.

O confronto entre mogianos e candangos era uma briga mais do que direta pelas primeiras posições. Com o triunfo, o time do técnico Guerrinha deixou os rivais para trás e chegou ao segundo lugar, agora com um total de 16 vitórias em 23 partidas.

Mogi teve grande desempenho coletivo. Shamell e Larry Taylor marcaram 18 pontos cada e foram os cestinhas da partida. Tyrone contribuiu com dez pontos, seis rebotes e cinco assistências, enquanto que Jimmy e Fabrício marcaram 13 e 11 pontos, respectivamente.


Em sua pior atuação ofensiva na temporada, Brasília não teve nenhum atleta a pontuar em dígitos duplos e o cestinha foi Deryk, com nove pontos. Diante da forte defesa mogiana, a equipe da capital federal teve apenas 30,8% nas bolas de três pontos e 33,3% nos arremessos de dois.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.


==> Foto: Felipe Costa/Ponto MKT Esportivo  /  Luiz Pires/LNB

0 comentários:

Postar um comentário