Stephen Neale investiga o colapso dos fatos na filosofia

O desaparecimento de fatos individuais anuncia a aurora de uma nova era na filosofia, em que os debates sobre ceticismo, realismo, subjetividade, teorias computacionais e representacionais da mente, mundos possíveis e esquemas conceituais divergentes – que representam a realidade de formas diferentes para distintas pessoas, períodos ou culturas – podem evaporar por falta de assunto. A partir dessa perspectiva, Stephen Neale investiga de maneira original, em Encarando os fatos, lançamento da Editora Unesp, a ideia de que nossos pensamentos e expressões são representações de fatias da realidade.

Representações precisas geralmente são ditas “verdadeiras” caso correspondam aos fatos – essa é a base das teorias da verdade como correspondência. Proeminentes filósofos tentaram minar a ideia de que proposições, fatos e correspondências podem desempenhar qualquer papel útil em filosofia, e vêm desenvolvendo argumentos formais para demonstrar que, sob condições aparentemente consensuais, tais entidades tendem ao colapso.

Neale mostra que é simplesmente impossível invocar representações, fatos, estados ou proposições sem fazer escolhas difíceis que podem enviar muitos filósofos correndo de volta para a escrivaninha. O autor realiza uma primorosa análise dos aspectos-chave da obra de Donald Davidson, Gottlob Frege, Bertrand Russell e Kurt Gödel, dedicando um capítulo a cada um deles, nos quais reflete temáticas como a relação entre verdade, correspondência, verdade e composição, fatos e descrições, extensionalidade, princípios de inferência, equivalência lógica, equivalência gödeliana, descrição e equivalência. O autor desembaraça cuidadosamente uma série de interseções entre questões metafísicas, epistemológicas, semânticas e lógicas para demonstrar que os argumentos para o colapso dos fatos são consideravelmente mais complexos e interessantes do que jamais se imaginou.

Em corolário, evidencia-se, com apoio em prova poderosa, uma série de fatos semânticos profundos. Mas, embora seja tecnicamente possível evitar o colapso dos fatos, resgatar a ideia de representações da realidade e, assim, enfrentar novamente os problemas levantados pelo cético ou pelo relativista, essa tarefa exige que sejam tomadas algumas difíceis decisões semânticas sobre predicados e descrições.

Sobre o autor – Stephen Neale é professor de Filosofia e Linguística e titular da cadeira John H. Kornblith Family em Filosofia da Ciência e Valores no Centro de Pós-Graduação da Universidade da Cidade de Nova York (CUNY). Seus principais interesses de pesquisa estão nas áreas da filosofia da linguagem e da interface entre esse campo e a linguística. Neale também realizou trabalhos sobre filosofia da mente, ciência cognitiva, lógica e verdade.

Título: Encarando os fatos 
Autor: Stephen Neale
Tradução: Eduardo Coutinho Lourenço de Lima e Renato Miguel Basso
Número de páginas: 340
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 64,00
ISBN: 978-85-393-0615-2

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário