Pesquisadores avaliam a violência em práticas discursivas pelo prisma de Michel Foucault

Em Violência e seus paradoxos: práticas discursivas pelas lentes de Michel Foucault, lançamento da EduFSCar, coloca-se em pauta o pensamento de Foucault em correlação com a análise do discurso ao analisar práticas discursivas da atualidade. Organizada por Sílvia Mara de Melo e Cleudemar Alves Fernandes, a coletânea reúne textos que analisam as diferentes formas de violência, desde as mais explícitas até as simbólicas, que se manifestam na imprensa, na literatura ou mesmo nas redes sociais.

A composição da obra se deu por uma parceria entre os organizadores, que contaram com a participação de pesquisadores de diferentes grupos de pesquisa de várias universidades brasileiras inseridos no campo de análise do discurso e que se interessam pelo aporte teórico-metodológico oriundo do pensamento de Foucault. Em se tratando da atualidade, os avanços dos estudos linguísticos discursivos são aqui representados, tanto no que se refere à produtividade das reflexões do filósofo francês na área quanto à natureza das materialidades discursivas abordadas, aspecto que se pode depreender a partir mesmo de um rápido olhar para os títulos dos estudos.

Em praticamente todos os artigos do livro, o leitor irá se deparar com abordagens com ênfase arqueológica, genealógica ou da estética da existência que, em sua maioria, adotam a categoria do enunciado e da função enunciativa como ferramenta mercadológica. Os capítulos abordam temas relacionados à violência em práticas discursivas como a agressão contra a mulher, vídeos de suicídio no YouTube, a violência no discurso midiático, como a análise de peças jornalísticas veiculadas na imprensa, além de obras literárias como "Quarto de despejo: diário de uma favelada", de Carolina Maria de Jesus e do romance “O homem duplicado”, de José Saramago. A obra interessa a todos que se debruçam sobre estudos discursivos, tais como estudantes e pesquisadores da área de Letras, Comunicação Social e áreas afins.

Sobre os organizadores Sílvia Mara de Melo é graduada em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), doutora em Linguística pela Unesp de Araraquara e pós-doutoranda na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua como professora de graduação e pós-graduação na Faculdade de Comunicação, Artes e Letras na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Cleudemar Alves Fernandes é professor associado da UFU, onde atua na graduação em Letras e na Pós-Graduação em Estudos Linguísticos. Possui mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-doutorado pela Unesp Araraquara.

Título: Violência e seus paradoxos: práticas discursivas pelas lentes de Michel Foucault 
Organizadores: Sílvia Mara de Melo e Cleudemar Alves Fernandes
Número de páginas: 201
Formato: 14,2 x 21 cm
Preço: R$ 39,00
ISBN: 978-85-7600-444-8

==> Foto: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário