TIMONEIROS NO CLUBE DO CHORO DE BRASÍLIA

Brasília é lugar de chegar um diante do outro, de junção, de diversidade, de encontros e caminhos que se cruzam no mesmo sentido.

Assim nasceu, no ano do centenário do samba, o novo projeto, Timoneiros.

A suavidade de Litieh, a personalidade da interpretação de Marquinhos Benon e a elegância de Vinícius de Oliveira se encontram para juntos governarem a nau, rumo ao samba e à homenagem aos grandes bambas.

A apresentação de estreia será uma, mais do que merecida, homenagem em vida a Paulinho da Viola e às suas doces canções. O espetáculo contará, também, com canções autorais dos Timoneiros.

Litieh
Cantora e compositora radicada em Brasília. Ainda criança, começou a desenvolver o seu lado artístico musical, por influência de sua família e das rodas de cantores e violeiros. Estudou piano, violão e canto. Alguns de seus mestres foram Fátima Guedes e Vittor Santos. Suas influências são Elis Regina, Clara Nunes, Gilberto Gil, Djavan, Dominguinhos e Luiz Gonzaga.

Em 2015, gravou o seu primeiro CD, Catiré. Lançado em julho do mesmo ano, o álbum foi sucesso de crítica e público, elogiado por vários artistas da música brasileira. Em 2016, terá circulação pelo país. O CD é inspirado em experiências e caminhos percorridos pela artista e traz traços da canção brasileira, do samba, da música mineira, nordestina e do jazz contemporâneo.

Em sua carreira, Litieh leva consigo um exímio repertório da música brasileira, com interpretações marcantes em suingue, afinação e autenticidade. Cativa o público com a sua alegria, fazendo-os dançar e cantar através da arte e emoção que evidencia em seu canto.

Litieh dividiu palco com Mestrinho do Acordeon, Gabriel Grossi, Rafael dos Anjos, Tulio Borges, Adora-Roda, Helio Delmiro e outros expoentes da música brasileira.

Marquinhos Benon
Nascido no Rio de Janeiro, veio ainda criança para Brasília junto com toda família. Trouxe consigo o gosto pelo samba, pois foi o ritmo que sempre tocou em sua casa por influência dos pais que tinham envolvimento direto com a Escola de Samba Acadêmicos do Engenho da Rainha que hoje se encontra do Grupo 2A da liga das escolas do Rio. Ainda garoto admirava muito tudo que seus pais escutavam, principalmente, o samba. Participou de alguns projetos musicais como cantor, mas foi em 2007, que consagrou-se como compositor, venceu o concurso da escola de samba Acadêmicos da Asa Norte. No mesmo ano tornou-se cantor de samba na própria sede da Escola, convidado pelo músico Leonardo Benon e Dudu 7 cordas com o Projeto chamado "Choro & CIA".

Fundador do famoso Samba da Tartaruga, agitou a cidade semanalmente entre 2009 e 2013. Fez importantes participações no Semente da Vila, Samba Autêntico, Samba na Rua e tantos outros. Produziu ao lado de Rafael dos Anjos e Pedro Vasconcellos o Projeto "Nosso Som", no "Poizé 305 norte" espaço onde músicos instrumentistas e compositores de samba da cidade mostraram trabalhos autorais.

Atualmente compõe o Samba do Compositor, com lançamento de CD ainda este ano. Apresenta-se mensalmente no Feitiço Mineiro, onde presta homenagens e tributos aos mestres do Samba.

Está previsto para esse ano o lançamento de um single com sambas autorais e parcerias recentes.

Vinícius de Oliveira
Vinícius de Oliveira é um dos principais nomes do samba em Brasília. Nascido na Capital, ele começou a tocar aos 15 anos, com aulas de cavaquinho e banjo com um professor particular. Hoje, também toca percussão, canta e cria harmonia para composições suas e de seus parceiros.

Em 2010, ganhou o 1º Festival de Samba de Quadra de Brasília, com a canção Samba é Fineza e, desde então, participa de grupos de choro e samba da cidade, como os Filhos de Dona Maria, Candanguero e o projeto Adora Roda. Em 2012, foi finalista do Festival da Rádio Nacional, com a música Mulher Ingrata e, mais uma vez, foi o premiado do Festival de Samba de Quadra, com a canção Trem do amor, contemplado como melhor intérprete e autor da melhor música. Em 2013, venceu, junto com o projeto Adora Roda, o Festival da Rádio Nacional, com a música Besouro Mangangá.

Já se apresentou ao lado de bambas do samba, como Monarco, Noca da Portela, Nelson Sargento, Moacyr Luz, Dhy Ribeiro, Fabiana Cozza, Marquinhos Diniz, Toninho Gerais, Serginho Meriti, Roque Ferreira, Oswaldinho da Cuíca, Sombrinha, Mateus Aleluia e Almir Guineto. Já participou do Sofar, projeto musical mundialmente reconhecido.

A apresentação acontece dia 04 de Março de 2016 – sexta-feira a partir das 21:00 horas. Ingressos: R$ 15,00 (meia) e R$30,00 (inteira)

Informações: Tel.: 3224.0599. Ingressos: Clube do Choro de Brasília – SDC BLOCO “G” - Funcionamento da bilheteria: 2ª a 6ª feira: 10:00 às 22:00 horas. Sábado a partir de 19:00 as 21:30 horas, ou através do site: www.clubedochoro.com.br

O Clube do Choro de Brasília fica entre a Torre de TV, o Centro de Convenções e o Planetário.
Não recomendado para menores de 14 anos

==> Foto: Célio Maciel

0 comentários:

Postar um comentário